quarta-feira, 28 de junho de 2017

MÃES: TECNOLOGIA E INFÂNCIA

|
Tecnologia e infância

por Cíntia Carmellin

Tenho um filho pequeno e de uns tempos para cá senti umas mudanças no comportamento dele. Comecei a observar e notei que todas as birras, manhas, crises de raiva, eram em função do excesso de uso de tablet. Vivemos num mundo em que todos estamos conectados, mas temos que tomar cuidado para isto não afetar de uma forma ruim nossos filhos e até nós mesmos.

Diante da minha descoberta, comecei a limitar o uso do tablet para algumas horas por dia, e por incrível que pareça, o comportamento melhorou. O tablet virou uma moeda de troca, para ele obedecer em casa e na escola, comer sozinho e até mesmo brincar, ele só tem direito ao tablet se tiver um bom comportamento!

Fica a dica!

O texto abaixo encontrei no site do Leiturinha e achei bem interessante:

Uma geração conectada: como lidar com o uso da tecnologia na infância

A Geração Alpha nasceu junto com a explosão tecnológica mundial e as crianças dessa geração são até chamadas de “nativas digitais”, por serem bastante familiarizadas com aparelhos tecnológicos, como tablets, videogames, celulares e televisão. Com as novas tecnologias, a possibilidade de criação de plataformas interativas se tornou real – jogos, vídeos, imagens e personagens animados são capazes de ampliar as capacidades visuais, espaciais de memória e atenção dos pequenos. Isso significa que o uso direcionado e supervisionado do digital pode ser muito benéfico na infância. Uma dica para que a utilização desses aparelhos seja plenamente positivo é dosar o tempo de uso, os conteúdos acessados e equilibrar o digital com atividades como brincadeiras ao ar livre e esportes.

A menina da cabeça quadrada – Editora Tibi

Pensando na questão da tecnologia na infância e na preocupação dos pais em incentivar ou evitar esse hábito, a Leiturinha recomenda o livro “A menina da cabeça quadrada”, uma produção independente da autora Emília Nuñez, com ilustrações de Bruna Assis Brasil. Essa obra busca fazer uma conexão entre os brinquedos tecnológicos e interativos dos tempos modernos, às brincadeiras de quintais, muito antigas. Sabemos de todos os aspetos positivos que as mídias digitais nos trazem. No entanto, essa obra nos lembra da importância de valorizar também as brincadeiras clássicas, que são experiências tão relevantes quanto as que trocamos on-line.


Por que recomendamos este livro?

Acreditamos que as brincadeiras tradicionais, ensinadas pelos avós e transmitidas por gerações, possuem uma carga histórica e afetiva, permitindo que os pequenos descubram o ambiente por meio da ludicidade. Quando usamos as novas mídias como uma forma de explorá-las, tudo pode ficar ainda mais interessante. Esta é uma história que nos ensina que a tecnologia pode resgatar e rechear ainda mais as brincadeiras redondas que divertiam nossos pais e avós.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

MODA:APRENDA USAR COLAR COM CADA DECOTE

|
O post de hoje trás dicas de usar o colar com o decote certo!

o colar certo para cada tipo de decote - Dicas de moda e estilo por Deisi Remus:
Créditos: We Fashion Trends

domingo, 25 de junho de 2017

POLVO DE CROCHÊ

|
O post de hoje traz o passo a passo para fazer aquele polvo de crochê que estão usando nas maternidades para os bebês prematuros. Não perca a reportagem e o passo a passo!

Gostaram? Deixe seu comentário!

Passa o PAP: Aprenda a fazer um polvo de crochê para bebês!

Elá Camarena ensina a peça que está ajudando a salvar a vida de crianças prematuras ao redor do mundo

Ele pipocou na internet! A fama desse fofíssimo polvo de crochê não se espalhou apenas pela peça em si – que é uma graça, vamos combinar – mas também pelo bem que ele faz! Quando colocado ao lado de um bebê prematuro na incubadora de UTIs neonatais, seus tentáculos são assimilados pela criança como o cordão umbilical da mãe, trazendo segurança, enquanto a maciez do fio traz conforto aos pequenos. É terapêutico, é funcional, é lindo de se ver! Essa simples porém eficiente técnica foi testada inicialmente na Dinamarca e, mesmo não tendo comprovação científica ainda, acabou se espalhando pelo mundo e vem sendo usada, com sucesso, em diversos hospitais.


O Artesanato e Ponto amou tanto a iniciativa que convidou a nossa querida Elá Camarena a ajudar a disseminar ainda mais essa ideia do bem. Munida de agulhas de crochê, fios Pingouin e sua criatividade que não falha, ela veio até a eduK para ensinar a tricotar o polvo de crochê! O resultado você confere neste PAP inédito que a gente tem muito orgulho de compartilhar. Ah, o Lucca que aparece no vídeo não nasceu prematuro, mas dá só uma olhada se ele amou ou não ficar agarradinho no polvinho feito pela Elá.




PASSA o PAP - Polvo de Crochê

por Elá Camarena

Material utilizado:
3 novelos de fio de algodão Ateliê Pingouin (não mercerizado - TEX 885) em cores variadas
1 agulha de crochê de 3 a 4mm
1 agulha de costura para acabamentos
Fibra siliconada para enchimento da cabeça
Fita métrica
Tesoura

Abreviações:
p.b. = ponto baixo
carr. = carreira
aum. = aumento
red. = redução
corr. = correntinha
p. = ponto
Modo de fazer:

Corpo do polvo
Com a cor principal inicie com o anel mágico e 6 p.b. dentro desse anel.
Na 2ª carr., faça aum. em todos os pontos.
Na 3ª carr., faça 1 aum. e 1 p.b., repita até o final da carr.
Na 4ª carr., faça 1 aum. e 2 p.b., repita até o final da carr.
Na 5ª carr., faça 1 aum. e 3 p.b., repita até o final da carr.
Da 6ª até a 20ª carr., faça p.b.
A partir da 21ª a cada 3 p.b. faça 1 red., até que a abertura fique com 16 p.b.
Faça 2 p.b.
Faça 46 corr. para formar um tentáculo.
Faça 5 p.b. na 1ª corr. de base.
Prossiga com 3 p.b. em cada corr. até o final do tentáculo.
Faça 1 p.b. na base do tentáculo e faça 3 p.b.
Suba novamente 46 corr. e repita a sequência anterior.
Faça 8 tentáculos ( se necessário, faça 1 aum. ou 1 red. para distribuir os 8 tentáculos).
Recheie com fibra siliconada.
Faça 1 carr. de p.b. na base dos tentáculos.
Faça red. em todos os p., até ficar uma abertura que caiba seu dedo mindinho.
Finalize o trabalho e deixe um fio para costura.
Com a agulha de costura para acabamentos, franza a abertura e feche a abertura, costure e de
um nó.
Passe o fio por dentro do trabalho e corte.

Olhos
Com a cor Branco inicie com o anel mágico e 6 p.b. dentro desse anel.
Na 2ª carr., faça aum. em todos os pontos.
Na 3ª carr., faça 1 aum. e 1 p.b., repita até o final da carr.
Finalize o trabalho e deixe um fio para costura.
Faça o segundo olho na mesma forma.

Pupilas
Com a cor Preto inicie com o anel mágico e 6 p.b. dentro desse anel.
Finalize o trabalho e deixe um fio para costura.
Faça a segunda pupila na mesma forma.
Costure uma pupila em cada olho com a cor Preta.
Costure os olhos no corpo do polvo com a cor Branca.
* Esconda todos os fios e cuide para que seu ponto não deixe buraquinhos.

Medidas:
Tentáculos = até 22 cm de comprimento
Cabeça = 9 cm de diâmetro (não deve ultrapassar essa medida).

Fonte: Eduk

TAG: DIY Polvo crochê; Tutorial Polvo crochê; DIY Polvo crochê para bebê; Tutorial Polvo crochê para bebê;

sábado, 24 de junho de 2017

LAZER: FILME ZOOTOPIA

|
Hoje a dica é a animação Zootopia da Disney, ganhador do Oscar de animação em 2017, uma boa opção para ver com a família. Abaixo o clipe da canção original do filme Try Everything - Shakira.


SINOPSE DO FILME 

VEJA CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA DO FILME

Zootopia é uma cidade diferente de tudo o que você já viu. Formada por “bairros-habitat”, como a elegante Praça Sahara e a gelada Tundralândia, essa metrópole abriga uma grande diversidade de animais irreverentes sempre prontos para encarar uma nova e divertida aventura.Quando Judy Hopps (voz de Monica Iozzi) chega em Zootopia, ela descobre que ser a primeira coelha da equipe da polícia, formada por animais grandes e fortes, não é nada fácil. Determinada a provar seu valor, ela embarca em uma aventura atrapalhada e bem humorada, ao lado do malandro raposo Nick Wilde (voz de Rodrigo Lombardi) para desvendar um grande mistério. Além de Monica Iozzi e Rodrigo Lombardi emprestarem suas vozes para os protagonistas do filme, Judy Hopps e Nick Wilde, na versão brasileira do filme, o jornalista Ricardo Boechat dá voz ao personagem Boi Chá, o famoso jornalista da bancada do Zoo News. Para deixar tudo ainda mais divertido e com muito brilho, a cantora Shakira dará voz à personagem Gazelle, a maior estrela pop de Zootopia, além de interpretar a canção “Try Everything”, da trilha sonora do filme. Dos mesmos criadores de Frozen e Operação Big Hero.



segunda-feira, 19 de junho de 2017

MODA: TENDÊNCIAS PARA O INVERNO 2017

|
O inverno se aproxima, você sabe quais são as tendências da moda? Não perca este post!

Preview de inverno 2017

Comece já a usar as apostas da próxima estação!

por DAFITIMAG Por Caio Vitor Sobreira

Os termômetros ainda estão nas alturas, mas já bate uma ansiedade para ver e usar as tendências que estão por vir. Recorremos à nossa bola de cristal e pinçamos as peças que prometem bombar na próxima estação. Chega mais!

Tops
A blusa ciganinha, ou decote ombro a ombro, não foi apenas amor de verão. Ela sobe a serra e chega no inverno em peças de manga comprida. A estampa camuflada é trend garantida e a jaqueta bomber continua rei-nan-do. Aposte sem medo de ser estilosa.




Créditos das imagens: Dafiti Mag

Vestidos
É babado! Ele ressurge em mangas com volume extra e muito movimento. Inclua na lista uma peça com estampa foral de fundo escuro. Falando em estamparia, animal prints já são curingas invernais – ponto para quem escolher a cobra como look de estimação. Quer novidade pra trabalhar? A chemise listrada será sua nova assistente fashion.




Créditos das imagens: Dafiti Mag

 Calçados
O veludo é o tecido da vez, e se você quiser dar follow nessa tendência, comece pelos pés. Para quem tem um estilo street, o tênis de cano alto é cool e perfeito para o dia a dia casual. No visual festivo, a sandália de tiras ganha versão no material. Brilhe sem medo de ofuscar ao investir na bota com aplicação de glitter, peça must-have das digital influencers mais bombadas do Instagram.



Créditos das imagens: Dafiti Mag

Fonte: Dafiti Mag



domingo, 18 de junho de 2017

DIY SAPATINHO DE TECIDO

|
Olá! O DIY de hoje é um sapatinho feito de tecido super fofo! Achei num site (chinês ou japonês, não sei distinguir o idioma). Ele é feito na máquina de costura, o material utilizado foi tecido e feltro! O tamanho vai variar do tamanho que a pessoa desejar, pode ser feito para bonecas ou para bebês. Para quem tem habilidade na costura, uma ótima oportunidade para fazer e vender! O molde está no final da postagem!














Molde:

Créditos: Duitang












sábado, 17 de junho de 2017

LAZER: MINIONS, O FILME

|
Quem não se apaixona por essas criaturinhas divertidas? Eles surgiram no filme Meu Malvado Favorito, ganharam muitos fãs e seu próprio filme, a criançada adora e os adultos se divertem!  Vale muito a pena assistir com a família! Em Junho de 2017, voltaremos a vê-los no Meu Malvado Favorito 3!

SINOPSE E DETALHES

Livre
Seres amarelos milenares, os minions têm uma missão: servir os maiores vilões. Em depressão desde a morte de seu antigo mestre, eles tentam encontrar um novo chefe. Três voluntários, Kevin, Stuart e Bob, vão até uma convenção de vilões nos Estados Unidos e lá se encantam com Scarlet Overkill (Sandra Bullock), que ambiciona ser a primeira mulher a dominar o mundo.


sexta-feira, 16 de junho de 2017

DECORAÇÃO FESTA JUNINA

|
Junho é o mês das festa juninas, hoje trouxe inspirações para decorar sua festa e arrasar! No final da postagem tem uma matéria da Revista Glamour com dicas para decorar a sua Festa Junina!


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)


Festa Junina (Foto: Reprodução/Pinterest)

Festa Junina: Inspirações de decoração para fazer um arraial em casa

A Glamour conversou com uma decoradora e uma especialista em DIY, que dão dicas certeiras para decorar gastando superpouco.

14/06/2017 - 08h31 - Atualizado 14/06/2017 08h31 por MARIANA NOGUEIRA

Mês de junho é sinônimo de festa junina! E se você está planejando fazer aquele arraial na sua casa, nada melhor do que dicas certeiras de especialistas para organizar essa festa. E o melhor: tudo com um custo acessível e fácil de ser encontrado. Afinal, a decoração é o item primordial em qualquer São João para reforçar o mood divertido e capirira.

Para organizar o seu arraial, não tenha medo de ousar ou ser brega. Aposte na cartela de cores e nos acessórios feitos de retalhos floridos e fitas de cetim.

A Glamour conversou com a organizadora de festas da Decor Easy, Arléte Teixeira, e com a especialista em Do It Yourself (DIY), Danielly Martines, que te dão dicas fáceis para preparar a festança.

Tecidos: invista nos ultracoloridos, como o xadrez e os floridos. A chita é uma ótima opção, porque, além de baratinha, é superfácil de encontrar. Você pode usá-los para decorar a mesa central -- essencial em qualquer arraial -- e, se o espaço da festa for grande, pode também montar com eles outras mesinhas menores para funções específicas, como: salgados, doces, bebidas e etc. Use também o linho de cores neutras para dar um ar mais rústico para a decor.

Flores: Elas dão o toque fofo e campestre para a decoração. Dá para criar miniarranjos em vasos as mesas de apoio. Fores artificiais misturadas a flor de trigo e palha também são uma opção barata e charmosa, mas é possível também para confeccionar suas próprias flores, com papel de seda e crepom.

Fitas: De cetim e em todas as cores, por favor! As fitas podem decorar vasinhos, pacotinhos de pipocas ou mesmo a embalagem dos docinhos típicos. Elas dão o acabamento perfeito também naquela parede branca um pouco sem graça ou nas árvores de um quintal, pendente nos galhos.

Palitos: Esse item mega simples pode ser usado de maneira criativa. Quer ver? Imprima imagens de São João e cole neles para enfeitar os docinhos da mesa. Voilà!

Chapéus de palha: Acredite, ele não precisa se restringir só à sua fantasia, não! Nas mesas, eles podem se transformar em pequenos potinhos, na parede, podem ser quadros... Não tenha medo de inovar.
Bandeirinhas: Não precisamos nem dizer, né? O item superfácil de fazer pode decorar qualquer elemento da sua comemoração.

Cestas e peneiras: Aposte nas cestinhas de vime para colocar comidinhas típicas e fixe placas indicando o nome das guloseimas. Enfeite-as com flores fake e retalhos de tecidos para dar um ar caipira.

Sacolinhas e placas personalizadas: Este detalhe importante pode sinalizar as comidinhas, bebidas, lembrancinhas e até brincar com os convidados na própria decoração.

Fonte: http://revistaglamour.globo.com/

quarta-feira, 14 de junho de 2017

ESPECIAL FESTA JUNINA: CENTRO DE MESA COM GARRAFAS

|
Hoje tem vídeo com DIY para fazer um centro de mesa com garrafas para decorar sua festa junina. Foi feito pelo Marcelo Darghan no Programa Mulheres.



Créditos: Mulheres

Créditos: Programa Mulheres

segunda-feira, 12 de junho de 2017

MODA: INSPIRAÇÃO PARA FESTA JUNINA

|
Hoje tem inspiração para seu look para festa junina! Tem camisa xadrez, calça jeans e bota!

1 - Camisa xadrez feminina

Crédito: Riachuelo

2 - Calça Jeans Skinny

Calca-Jeans-Skinny-Sawary-Azul-Medio-8611350-Azul_Medio_1
Créditos: cea

3 - Bota cano longo

Créditos: Mundial Calçados

domingo, 11 de junho de 2017

COMPOSE: COMO COMBINAR ESTAMPAS

|
O universo de estampas é rico em cores, padrões e desenhos. A grande dúvida é como combinar todas essas variações para alcançar um resultado final bonito e harmonioso? Combinar estampas no artesanato é uma arte baseada em princípios como texturas, traços, proporções e cores.

Saber como combinar estampas no artesanato faz a diferença e valoriza sua peça, o que agrega mais valor a seu trabalho. Seja no scrap, na confecção de bonecas de pano, na cartonagem e forração, na encadernação e, claro, no patchwork, saber combinar estampas no artesanato significa se destacar no mercado.

Mas misturar tecidos e criar uma combinação inusitada não é exclusividade de peças de patchwork, de maletas forradas e bolsas em tecido. Fazer misturas de diferentes estampas invadiu o mundo da moda, da decoração, das artes…

Como combinar estampas no artesanato?

Para quem quer começar a combinar estampas no artesanato, preste atenção a três pontos básicos: cores em comum, aspecto visual semelhante e tamanho das estampas.

Uma forma fundamental de pensar a combinação de estampas é contar com a ajuda de cores em comum. Por exemplo, combinar o fundo azul de uma estampa com o detalhe azul de outra.

Os desenhos devem ter aspecto visual semelhante, como, por exemplo, a mistura de tecidos com traços geométricos e retos.

Linhas retas e geométricas se encontram nessa foto, fazendo uma linda combinação para decorar o ambiente (crédito da foto: reprodução site lushome)

Ainda na linha da mistura de aspectos visuais semelhantes, vale misturar diferentes estampas florais.

O papel de parede desse quarto mistura diferentes estampas florais (crédito da foto: reprodução blog Selina Lake)

Tamanho é documento! Escolha uma estampa de tamanho maior e mais marcante e combine com uma estampa de desenhos menores e mais delicados.

Maleta combina estampa floral marcante, com delicado xadrez vermelho e branco. Um exemplo de como combinar estampas no artesanato que merece destaque! A peça é de Simone Aguiar

Por dentro, a delicadeza da combinação se confirma e um tecido verde de pá branco é acrescentado a mistura. Ficou perfeito!

Simone Aguiar, designer de interiores e artista plástica, é mestre em combinar estampas no artesanato, como percebemos na combinação usada para forrar a maleta nas fotos acima. A proprietária do Ateliê Craft Sia de Arte, ministra aulas e workshops e também organiza eventos voltados para o universo craft. Em seu trabalho, Simone combina misturas de desenhos, cores e formas de tecidos para fazer cartonagem e forração de caixas e maletas, confeccionando desde acessórios para bebês, utilitários e kits femininos.

A arte de combinar estampas no artesanato

Simone explica que existem vários tipos de estampa. “Na estamparia em larga escala, temos as estampas por cilindro, que são mais baratas, mas com grande margem de erro na hora de estampar, além da baixa resolução. Temos também a estamparia digital, mais cara, porém com resolução perfeita e diversas variações.”

As estampas com desenhos exclusivos vêm ganhando cada vez mais espaço. Existem versões de estampas feitas a partir de carimbo, pintura em seda e os tecidos estampados com desenhos manuais, como essesAmbos são fruto de desenhos feitos à mão, depois digitalizados e transformados nessas lindas estampas para tecido. O de estampa de pandas, foi feito pela filha de Cris. Já o de alfaiataria, linhas e agulhas foi desenvolvido pela artista plástica Vera Brugin. Um detalhe: ele pode ser personalizado como você quiser, uma vez que pode ser pintado com tinta ou caneta para tecido. Tecido para colorir é novidade!

Na linha da estamparia digital, o trabalho de Renata Blanco é destaque. A designer cria desenhos belíssimos e as combinações são de arrasar. Ela já faz as combinações dos tecidos para vender, o que é uma ótima ideia — tanto para quem não sabe ainda como combinar estampas, como para quem vende tecido. Tudo num estilo meio boho, meio hippie, mas muito chique! exemplos da linha de tecidos de Cris Mazzer.

Coordenados e composé

A mistura de diferentes estampas, com cores e padrões diversos, para criar uma estampa principal é chamada de composé (lê-se composê). Já os coordenados, são composições em que se encontram um elemento comum, por exemplo: uma estampa xadrez vermelha combinada com estampa de flores vermelhas. São estampas diferentes na forma mas com a cor em comum.

O que faz ambos composé e coordenados darem certo é justamente a combinação de cores, de que falamos acima. As cores devem ser complementares, serem repetidas ou terem algo em comum, como, por exemplo, serem da família de tons pastel.

Dicionário das composições

Simone Aguiar preparou um dicionário das composições, para ajudar você na hora de combinar estampas.

Composições clássicas: o que a maior parte das pessoas está acostumada a fazer. Pode ser uma estampa floral maiorzinha com outra menor, pode ser floral combinado com poá ou xadrez, enfim, esse estilo de combinação de tecidos é indicado para quem quer começar sem se arriscar muito.

Exemplo de combinação clássica: estampas

Composições Pop: eu chamo dessa forma porque tem uma pegada mais jovem e irreverente. São ícones de cultura pop, então são combinações mais contemporâneas, indico para quem quer arriscar com muito bom gosto e primando pelo diferente e moderno.

Na combinação pop, há um toque de ousadia, mas a regrinha das cores e padrões continua!

Composições com mix geométrico e formas orgânicas: essa última composição tem tecidos de textura mais grossa, é possível combinar mas tem que ter cuidado em pensar para qual objeto elas serão aplicadas. Uma questão importante é saber trabalhar os tamanhos e texturas de cada estampa, levando em consideração o equilíbrio para que a composição fique harmoniosa. Eu gosto bastante de tentar buscar tecidos em que os geométricos e formas orgânicas estejam estilizados, não sejam aquela coisa certinha, o que resulta em um estilo moderno.

As linhas geométricas e os traços retos dominam a combinação


Composições Kitsch: particularmente esse é o estilo que eu mais gosto! Feito a partir de uma mistura de muitas estampas, cores, em uma composição só e está na moda em todos os setores: arte, decoração, artesanato e até vestuário. Combinações assim dão vida e charme para qualquer peça.

Kitsch é vida: nessa combinação, as cores fortes e as estampas marcantes dominam a cena

Crédito das imagens: Eduk

Fonte: Eduk

Minhas Redes Sociais